SÉRIE DE ENTREVISTAS COM AS PERSONAGENS DA INTENDENTE

Nome: JOÃO VITOR ARAÚJO

Cargo: CARNAVALESCO

Agremiação: G. R. E. S. UNIDOS DO CABUÇU

Grupo: Série B da LIESB

1. Conte-nos a sua trajetória no Carnaval?

João Vitor Araújo: Meu primeiro contato com o mundo do barracão foi em 2001, na Portela, como aderecista. Passei pelas várias etapas de criação de um carnaval, como decoração de alegorias e a alta costura de destaques e fantasias de comissão de frente, até chegar ao posto de figurinista e assistente de carnavalesco. Formado em designer de moda pelo Senai Cetiqt, já trabalhei com os mais renomados nomes do carnaval carioca, muitos deles acumuladores de títulos em desfiles na Sapucaí: Alexandre Louzada, Max Lopes, Paulo Barros, Fábio Ricardo e Edson Pereira. A carreira solo veio em 2014, quando tive a oportunidade de assinar sozinho meu primeiro enredo, na Unidos do Viradouro. A estreia não poderia ter sido mais promissora conquistei o campeonato daquele ano, retornando ao Grupo Especial após uma temporada no antigo grupo de acesso (atual Série A). Nesse mesmo ano, recebi vários prêmios de revelação pelo SambaNet, Plumas e Paetês, Troféu Jorge Lafond, Estrelas do Carnaval, SRZD, Ziriguidum, Gato de Prata e Oscar do Samba. Também fui condecorado como Personalidade do Samba de Niterói pela Câmara dos Vereadores dessa mesma Cidade. Em 2015, em minha estreia no Grupo Especial, apesar do descenso da Viradouro e do forte temporal que atingiu o desfile, tive meu trabalho plástico bastante elogiado pelos críticos e pela imprensa especializada. Ano passado, fui assistente de Paulo Barros na Portela e conquistei o Troféu Plumas e Paetês como Melhor Figurinista de 2016. Este ano, volto a assinar desfiles. Desta vez, na Acadêmicos da Rocinha – e com um enredo autoral: “No saçarico da Marquês, tem mais um freguês: Viriato Ferreira” e na Unidos do Cabuçu com o enredo “ Domingo Menino Dominguinhos”

2. Fale-nos do enredo da escola para 2017?

João Vitor Araújo: O enredo, Domingo Menino Dominguinhos, é uma homenagem ao cantor pernambucano Dominguinhos, tido como herdeiro musical de Luiz Gonzaga pelo seu talento com o acordeão e autor de clássicos no cancioneiro nordestino como “De volta pro aconchego” e “Isso aqui ta bom demais”.

3. Quais são as expectativas da agremiação para este carnaval?

João Vitor Araújo: Já estamos  com grande parte de nosso cronograma finalizado. Todas as fantasias prontas e finalizando nossa alegoria. A Cabuçu tem um enredo ótimo, um samba lindo e uma equipe que vem forte para buscar o tão sonhado título.

4. Qual será o destaque principal da escola para o desfile?

João Vitor Araújo: Temos um projeto muito bom e que está sendo bem desenvolvido, acredito muito no conjunto e espero que tudo funcione no desfile.

5. Como está o barracão da escola (fantasias e alegoria(s))?

João Vitor Araújo: Estamos com todas as fantasias prontas e finalizando a alegoria.

6. Como virá a escola, em relação a nº de alas, componentes, quantos setores serão o desfile?

João Vitor Araújo: São 13 alas, 1 carro e 1 tripé.

7. Deixe-nos uma mensagem para a galera que acompanha o Carnaval da Intendente.

João Vitor Araújo: Agradeço todo o carinho. E podem esperar um belo desfile da Unidos do Cabuçu, na terça-feira de carnaval. Estamos unidos e com uma equipe forte com o mesmo objetivo, buscar o título.

Muito obrigado João Vitor Araújo pela participação e ótimo Carnaval!

Fotos encaminhadas pela Assessoria de Imprensa da Unidos do Cabuçu.

Anúncios