A Caprichosos de Pilares contará com belo reforço à frente da bateria Venenosa no desfile de 2017, na Intendente Magalhães. A diva Mel Brito, 35 anos, retornará ao posto que ocupou entre 2006 e 2011.

Recuperada emocionalmente pela perda da sua mãe, fato ocorrido em 2014, ela declarou que nunca tinha pensando em desfilar em outra Passarela, mas por amor e carinho pela azul e branco de Pilares, prometeu defender o pavilhão.

A coroação da rainha será no próximo sábado, dia 05 de Novembro, a partir das 17 horas. “Eu estive à frente da Venenosa durante cinco anos e aprendi amar a escola. Quando recebi o convite da comissão administrativa/carnaval da Caprichosos não pude deixar de atender. Eu quero levar toda a minha garra para o desfile e dizer que tenho um amor muito grande pela Caprichosos. Gostei do trabalho realizado pela comissão que assumiu a escola. Eles estão chamando de volta e resgatando as pessoas que amam a agremiação. Não existe a Nova Caprichosos, slogan usado na gestão passada, mas a entidade Caprichosos, aquela que desfilei por muitos anos. Vou ajudar a escola a retornar ao seu lugar”, acrescentou.

Nascida no Morro da Mangueira, onde iniciou sua trajetória no samba, Mel Brito conheceu o samba por influência da família. Ela se emociona ao contar que seus tios foram compositores da escola e que desfilava no bloco Balança Mangueira.

“Eu nasci no coração da Verde e Rosa. Quando surgiu a oportunidade, entre 2003 e 2004, na ala de passista, fiz o teste e fui aprovada. Em seguida me convidaram para fazer parte do grupo show. Já em 2005, participei de um concurso e fiquei em segundo lugar como primeira princesa da escola”, acrescentou.

No mesmo ano, em 2005, ela também foi convidada para participar da ala de passistas da Caprichosos. Porém, não desfilou porque houve um problema na fantasia e a mesma não chegou a tempo na Avenida. No final do mesmo ano, recebeu o convite da azul e branco para participar do concurso do Luciano Hulk, na TV Globo.

“Eu tive que optar entre a Caprichosos e a Mangueira. Participei do concurso e fui eleita a Musa do Carnaval 2006 do Caldeirão do Hulk. Na época, a Luma de Oliveira havia deixado o posto e muitos nomes foram cogitados, mas a comunidade retrucou a maioria. A diretoria me convidou para ocupar o cargo de rainha e fiquei por cinco anos. Foi um ano importante e marcante na minha vida”, explicou.

Por ter se destacado no desfile da Caprichosos, Mel Brito recebeu diversos prêmios, sendo eleita a Musa do Carnaval do Rio, pelo troféu Tamborim de Ouro; eleita Rainha das Rainhas, pelo jornal Extra; e Musa do Carnaval do Rio, pelo Carnaval Carioca. Ela esteve à frente da bateria de mestre Alexandre até o Carnaval de 2011.

“Foi difícil deixar a escola em 2011, mas acredito ter sido um ciclo. Entre 2011 e 2012 me dediquei exclusivamente a minha família e aos meu projetos. No final de 2012 para 2013, aceitei ser musa da União da Ilha, escola onde fui muito bem recebida e tenho um carinho grande. Em 2014, um dos anos mais difíceis da minha vida, perdi minha mãe e entrei em depressão. A saudade foi grande, não consegui me recuperar, abandonei o samba e engordei 15 quilos. No final de 2015, recebi convite do ex-presidente da Vila Isabel, Luciano Ferreira, para ser musa. Foi quando resolvi fazer terapia e comecei a melhorar, recuperei meu peso e aceitei o convite. Minha família me apoiou muito, meus filhos, marido e minha irmã, que hoje é a porta-bandeira da Tijuquinha do Borel. Em 2016 fui musa da Vila e recebi todo carinho da rainha Sabrina Santo, diretoria e comunidade”, destacou.

Simpática, charmosa e carismática, Mel, que tem a voz doce como uma “abelinha”, revelou que abriu mão de desfilar em 2017 na Marquês de Sapucaí para se dedicar e ajudar a Caprichosos de Pilares. “Vou desfilar com garra e mostrar que a Caprichosos é a Caprichosos em qualquer grupo. Tenho certeza que faremos um grande desfile na Passarela da Intendente Magalhães”, finalizou.

Anúncios